quinta-feira, 7 de maio de 2009

Os dois lados da moeda


Uma das piores coisas que uma pessoa tem a fazer, posso afirmar, é ter que escolher. Não importa o que seja: amor, comida, roupa... e por aí se vai uma lista infinita de coisas, o ato de optar por algo é fator que complica a vida.

E quando falo em optar, me refiro aquelas coisas que estamos intrinsicamente tão ligados, que quando temos que nos decidir parece que o mundo vai desabar. Assim, parece não existir razão alguma que faça pesar a decisão. Mas sempre há algo que é definitivamente mais importante para o crescimento intelectual e, nossos olhos não percebem. Lembro aquele ditado que diz: "o que os olhos não vêem, o coração não sente". Para mim está mais para: "O que os olhos não querem ver, o coração nunca vai sentir".

É chato e complicado ter que decidir entre duas coisas. E não são só os complicados e os indecisos que sofrem disso. Os que se dizem práticos podem até fazer juz ao seu estilo, porém têm sentimentos e, com certeza, já passaram por algum momento decisivo em sua vida. E quem passa por isso pode ficar, horas, dias, meses, anos pensando sobre suas possíveis hipóteses.

Imagino que não há risco que mereça ser sofrido por uma decisão precipitada. Considerando que se tenha tempo a pensar. Então, quando se pensa, duas coisas são essenciais para refletir e decidir: paixão e razão. Paixão, o agradável, quando se ama o que faz, e o que quer fazer e não tem nada no Universo que te faça desistir daquilo. Razão, o útil, quando se precisa fazer, quando por mais que não gostemos sabemos que teremos retorno. 

O ideal seria incrementar com o famoso jeitinho brasileiro: unir o útil ao agradável. Por mais pessoal que seja a decisão, no fim o que pesa é pensar e pensar muito. E procurar saber os pontos positivos de ambos os lados. A dica que fica é: Nunca faça nada que não goste de estar fazendo, porém busque soluções que venham a acrescentar à sua vida, porque, afinal, quem não gosta de levar a vida numa boa. Agora que a confusão está armada de vez, DECIDA, pois tempo é vida!



Para pensar: O que é melhor para mim?


12 comentários:

  1. é nossas decisoes as vezes tem que doer pros outros sentiremmm nossa falta!!!
    hihihihihihi


    e o coração?? que aguenteee

    ResponderExcluir
  2. Na verdade penso q a vida é uma eterna escolha. Mas te digo, que se você optar por viver intensamente as decisões seguirão por esse caminho também. No fundo você sempre sabe o que é melhor para você, se fechar os olhos e se deixar levar, irá sempre saber o que faz o teu coração bater mais forte, qual o cheirinho que te deixa com mais vontade, qual a cor que brilha mais para você. O importante é não rotular a vida, não demarcar o caminho.Estar aberto e ter a mente leve pode solucionar muitas coisas, pois faz com que você consiga enchergar dentro de si. A melhor coisa é ter a paz suficiente para reposar o corpo e ouvir a sua alma. Você nao sabe onde ir essa noite? Feche os olhos e se deixe levar.
    Fer...

    ResponderExcluir
  3. A vida é feita de escolhas, infelizmente ;/
    e continuo a dizer q quero ler mais e mais, adoro!
    beijoss ;*

    ResponderExcluir
  4. uhulll tini!! bombo!!
    to ctg e nao abro mao quando falas, q nao devemos fazer NADA nao gostamos, adotei isso faz poco tempo, mas jah sinto o gostinho agradavel q proporciona! ;)

    ResponderExcluir
  5. ai esse guri me enxe de orgulho!!
    adoro!

    ResponderExcluir
  6. às vezes,simplesmente fazemos escolhas só para satisfazer o outro, mas você o faz mesmo assim, para ver o outro feliz nao você, que é mais importante. Isso nao é raro, mas nós podemos parar e pensar.O melhor de tudo é seguir o SEU pensamento, não o do OUTRO.

    ResponderExcluir
  7. Aninha Klacewicz10 de maio de 2009 18:46

    Optar, fazer escolhas é difícil pq nunca sabemos o q vem depois...

    Tini...teu texto tá ótimo...adoro ler teu blog...Parabéns!!

    Beijão

    ResponderExcluir
  8. Tini, realmente isso me faz pensar sobre algumas coisas por aí!!
    Realmente devemos pensar no que nos faz bem, porém as vezes precisamos engolir sapos e aguentar certas coisas em prol de algo, não é...
    Por isso acho que teu texto deveria ser publicado, porque ajudaria muita gente em certas decisõees, por mais simples que sejam!!!
    Por coincidencia estou em um dia que preciso optar por uma coisa muito importante na minha vida, e teu texto foi bom pra mim!!!
    As coisas não acontecem por acaso hein...

    Te adoro, beijos Dani!

    ResponderExcluir
  9. aiai tini, se tem alguém que tem tido problemas com escolhas, acho que sou eu! ahsuiahsiuahsuiasa adorei o post! tu tá bem no caminho certo :D bjooos

    ResponderExcluir
  10. simplesmente, MARA!
    é, nossa vida é feita de escolhas mesmo... eu, por exemplo, escolhi ler teus maravilhosos textos a ler um livro chatinho de sociologia...
    fazer o que, é a vida...
    beijinhos e quero ler maaais!

    ResponderExcluir
  11. Oi tini...
    Q legal teu blog!!! Que bom ter um espaço para exercitar nossa escrita e ainda ter uma válvula de escape para nossas inquietações...
    Teus escritos são muito bacanas e enquanto lia, ia viajando junto contigo: Axo que ainda mais difíci do q fazer escolhas é arcar com as consequencias destas e ver q nos fomos responsaveis por elas! Ainda, penso q "o q os olhos naum kerem ver o coração sente mais ainda, só naum sabe o nome!"
    Adorei viajar ctg...
    Quero ler mais...
    Bejão.

    ResponderExcluir
  12. Putz, escolher é dificial mesmo, perigoso e tudo. Vc já viu aquele filme Sim Senhor, com Jim Carrey? É mais ou menos isso. Decidir é foda, mas é melhor do que não decidir nada e não viver nada. Decidindo você perde ganha coisas, mas e o que é a vida senão isso mesmo?
    Ha que filosofica eu to hj!!! Bjo Fê!!!!

    ResponderExcluir

Pontos Finais